Notícias
Mulher e homem com telefone enquanto o carro espera

Entenda como funciona uma associação de proteção automotiva e quais são seus objetivos

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

O serviço de proteção automotiva funciona de forma simples e de fácil acesso a todos os proprietários de veículos. Por meio de uma associação de proteção automotiva ou cooperativa, sem fins lucrativos, as pessoas são reunidas com o objetivo mútuo de proteger-se de eventuais prejuízos inesperados, oriundos de sinistros em seus bens automotivos, que podem ser carros, caminhões, motos ou até mesmo embarcações.

Por meio da prática de associativismo, a cooperativa ou associação de proteção veicular busca oferecer ao associado um suporte capaz de prestar assistência eficiente, rápida e que atenda à sua necessidade em caso de danos no veículo por acidente, colisão, incêndio, roubo ou furto. Essas características tornam o serviço de proteção automotiva diferenciado, principalmente em comparação às seguradoras tradicionais. E o mais importante: com preços bastante acessíveis.

Essa prática tem levado muitas pessoas e principalmente empresas a se reunirem, seja formalmente ou não, com o objetivo de buscar e defender interesses comuns, que neste caso é a proteção de seus veículos. E com uma proteção automotiva é possível ter a certeza de que os automotores estão protegidos, garantindo, assim, maior tranquilidade em muitas situações ocorridas no dia a dia.

É importante frisar que esta é uma prática comum e assegurada pela Constituição Federal do Brasil, o que torna a atividade de proteção veicular totalmente legal no país. Para isso, basta que a prática seja realizada por meio de uma associação automotiva ou cooperativa devidamente registrada e legalizada, como é o caso da Unibras Mais Proteção Automotiva no Rio de Janeiro.

Com funciona uma associação de proteção automotiva

Além de ter direito a um serviço diferenciado, com melhores taxas, facilidade de aquisição, parceria com diversas oficinas, chaveiros e reboques 24 horas, o associado ainda desfruta de muitos outros benefícios, como o clube de vantagens, que oferece descontos na compra de diversos produtos em farmácias, postos de gasolina, parques de diversões, viagens e muitas outras vantagens que não são encontradas em uma seguradora tradicional. No entanto, quando se trata de proteção veicular, esses serviços são apenas vantagens e benefícios para os associados. O principal objetivo é garantir a proteção de seu veículo.

A finalidade de uma cooperativa ou associação de proteção automotiva ou veicular é proporcionar aos seus associados a cobertura, assistência e proteção de seus bens automotores, trazendo junto uma série de benefícios sem custos adicionais. Em geral, os associados arcam apenas com os gastos decorrentes dos casos danosos aos seus veículos com proteção. A cooperativa busca sempre uma integração comum entre todos os seus associados.

Escolha uma associação de proteção automotiva legalizada

Para ter a garantia de que você terá o que é prometido e estará assegurado pela lei, é imprescindível, na hora da escolha de uma cooperativa para a proteção de seu veículo, estar atento se esta é uma sociedade civil, pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, de âmbito nacional e devidamente registrada, com CNPJ com prazo indeterminado.

Ter esses cuidados, assim como saber se ela possui personalidade jurídica distinta da dos associados, vai fazer toda a diferença, e você terá a certeza de que terá um bom atendimento quando precisar.

Proteção veicular no Rio de Janeiro

Esses são objetivos de uma associação ou cooperativa de proteção automotiva. Fazendo a escolha certa, você estará protegido e certo de que pode contar sempre com aquela forcinha quando necessitar dos serviços.

A Unibras Mais Proteção Automotiva é uma cooperativa de proteção veicular que está no mercado há mais de cinco anos oferecendo muito mais do que proteção aos seus associados. Na Unibras Mais você ainda encontra um clube de benefícios à sua disposição. Ainda tem alguma dúvida? Fale conosco: http://unibrasmais.com.br/fale-conosco/

Deixe um comentário!

0 Comentários

Comente