Notícias
Caminhão em rodovia | Dia do Caminhoneiro - Unibras Mais

Dia do Caminheiro: qual é a data correta?

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

Muita gente sabe da comemoração, mas não conhece o real motivo pelo qual o Dia do Caminhoneiro é comemorado em três datas no Brasil. Afinal, por que existem tantas datas? Seria pela reconhecida importância desses profissionais, uma vez que no Brasil existem cerca de 2 milhões de caminhoneiros, responsáveis por aproximadamente 60% de toda a carga movimentada no país?

Na verdade, cada uma das datas tem uma motivação distinta. Por isso, nós da Unibras Mais proteção automotiva resolvemos explicar com detalhes cada uma delas.

Dia do Caminhoneiro

Cada data tem a sua origem dentro de um contexto diferente. Mas é importante saber que, seja pelo fator regional, religioso ou por força de lei nacional, todas as datas são comemoradas pelos caminhoneiros, umas com maior adesão, outras nem tanto.

30 de junho

Dia 30 de junho é a primeira data do ano dedicada ao pessoal da estrada. É celebrada regionalmente, pois foi criada em 1986 pelo então governador de São Paulo, Franco Montoro. É a segunda data mais antiga destinada a comemorar o Dia do Caminhoneiro, mais precisamente no estado de São Paulo.

25 de julho

De cunho religioso, é provavelmente a mais comemorada entre as datas, e a mais antiga delas. O dia 25 de julho é o dia de São Cristóvão, santo católico considerado padroeiro dos motoristas. Segundo a tradição, São Cristóvão era um homem que ajudava pessoas a atravessar um rio, e além de protetor dos caminhoneiros, é também protetor dos viajantes.

16 de setembro

O dia 16 de setembro é uma data nacional e, embora oficial, é a menos conhecida, mas nem por isso menos importante. De todas, é a mais recente: foi instituída em 2009 pelo então Vice-Presidente da República José Alencar, que criou a data ao sancionar a Lei número 11.927, no dia 17 de abril daquele ano.

A vida do caminhoneiro brasileiro

As datas buscam homenagear aqueles que passam grande parte de suas vidas na estrada. Independentemente do dia, se é fim de semana ou feriado, os caminhoneiros seguem trabalhando em prol da eficiência na entrega de mercadorias. Para cumprir seus prazos, sacrificam muitos dias de sua vida, e abrem mão do prazer de ficar mais tempo com suas famílias.

Para matar a saudade, o caminhoneiro se apega aos familiares de alguma forma, seja com frases de amor, com fotos ou outras lembranças, e por aí segue viagem. Outro fator, que não é raro, são os apelos religiosos: são muitas as demonstrações de fé, com inscrições e alusões a Deus, Cristo, São Cristóvão e outras figuras religiosas.

Dificuldades da profissão de caminhoneiro

A logística é uma grande complicação para os motoristas de caminhão. Boa parte das principais áreas agrícolas ficam longe dos portos, e com os canais de escoamento a cada dia mais saturados, cabe aos caminhoneiros enfrentar as estradas lotadas e, muitas vezes, em péssimas condições.

A responsabilidade dos caminhoneiros é ainda maior em relação à pontualidade na entrega. Dependendo do produto, caso haja um atraso superior ao que a carga é capaz de suportar, ela pode ser inteiramente perdida.

Homenagem da Unibras Mais Proteção Automotiva aos caminhoneiros

Nós da Unibras Mais proteção automotiva no Rio de Janeiro homenageamos e agradecemos a todos os amigos caminhoneiros, que tanto ajudam no desenvolvimento do país.

Fica aqui, ainda, uma homenagem mais do que especial aos caminhoneiros que fazem parte da Unibras Mais como associados, e que, conscientes do risco que é trafegar pelas estradas brasileiras, sabem que, com a proteção automotiva, estarão protegidos em qualquer lugar do Brasil.

Parabéns, caminhoneiros do Brasil, e muito obrigado a todos!

Deixe um comentário!

0 Comentários

Comente