Notícias
Casal feliz por trocarem o carro | Como saber o momento certo de vender ou trocar de carro

Como saber o momento certo de vender ou trocar de carro

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

Saber identificar o momento certo de vender ou trocar seu veículo é uma dúvida que paira sobre todo proprietário de automóvel. Lógico que existem aquelas pessoas que se apegam a seu carro e não querem se desfazer dele nunca, mas em geral, ninguém quer perder dinheiro. Para que isso não aconteça, é preciso saber o momento certo de desfazer-se dele.

Muitos acreditam que o momento certo é quando as visitas ao mecânico começam a se tornar frequentes. Este pode até ser um bom motivo, mas não deve ser o único. O certo é fazer uma avaliação geral do veículo, levando em consideração algumas questões. Nós da Unibras Mais Proteção Automotiva elaboramos algumas dicas para você reconhecer a hora ideal de trocar ou vender o seu veículo.

Momento certo para vender o seu carro

Ao decidir vender o carro é preciso levar alguns fatores em consideração. O primeiro deles é reconhecer que, mesmo que haja algum apego, aquele veículo de seus sonhos também envelhece e pode começar a dar problemas. Assim, fique atento aos custos que seu carro está gerando.

Mas você, por acaso, sabe o valor de venda de seu carro? Já nos dois primeiros anos, a desvalorização do automóvel é bastante significativa, e nos anos seguintes ela fica estabelecida em torno de 10%, isso se o veículo tiver sido adquirido 0 km. Uma forma simples e bastante utilizada pelo mercado é a tabela Fipe. Porém, o valor por ela estabelecido é apenas uma referência, ou seja, nem sempre você consegue vender pelo preço exato que a tabela determina.

Manutenção interfere no valor do carro

Os gastos com manutenção podem ser um bom termômetro para indicar o momento certo de venda do veículo. Se, por exemplo, o valor gasto por ano com manutenção ultrapassar 10% do valor de venda, é um bom momento para passar adiante. E se chegou aquele momento em que ele vive mais na oficina do que em casa, já passou da hora de se desfazer dele.

É importante frisar que a razão pela qual seu veículo vive na oficina é o que vai definir isso. Existe uma diferença importante nos motivos que fazem o seu carro precisar de um mecânico. Você pode ir a uma oficina várias vezes para realizar serviços de manutenção como troca de óleo, de correia etc, e por outro lado, há também, a necessidade de reparo mecânico, devido ao desgaste provocado pelos quilômetros rodados e tempo de uso.

Muita gente acha que a simples troca de filtro de óleo e filtro de ar são manutenções suficientes, mas há muitas outros itens que devem ser observados.

Tempo de uso e quilometragem

Em geral, cinco anos é um tempo bom para ficar com um veículo sem grandes despesas. Quando se trata de carros de luxo, no entanto, o ideal são três anos ou 50 mil quilômetros rodados.

Após os 100 mil quilômetros, há uma grande possibilidade das visitas à oficina serem mais frequentes. Há proprietários que pensam que, após uma revisão geral, o carro está novo outra vez, mas, depois dos 100 mil rodados, a necessidade de ir à oficina será bem maior.

Gostou de nossas dicas para saber o momento certo de trocar o seu carro? Se você não quer perder dinheiro com seu veículo, é só seguir essas orientações. Porém, o que seu carro novo ou usado não pode ficar é sem proteção automotiva. Isso vai trazer muito mais segurança e conforto para você e seu veículo.

Proteção automotiva no Rio de Janeiro

Para manter o seu veículo protegido de roubos, furtos, colisões entre outros danos, faça parte de uma associação automotiva. Assim você tem certeza que pode dirigir despreocupado, pois conta com toda a segurança que só uma cooperativa de proteção veicular pode oferecer.

A Unibras Mais é uma cooperativa de proteção veicular com mais de cinco anos de mercado, que oferece toda comodidade, proteção e segurança para todos os seus associados. Quer fazer parte e poder contar com toda essa segurança? Acesse: http://unibrasmais.com.br/seguros/

Deixe um comentário!

0 Comentários

Comente